O ensino da fé cristã na Península Ibérica
(séculos XIV, XV e XVI)

Buscar por

50 de 50 documento(s) encontrado(s)


Tratado en defensa de virtuosas mujeres de Diego de Valera
Marcelo Pereira Lima

O Tratado en defensa de virtuosas mujeres (TDMV) é uma obra laudatória escrita por Diego de Valera no século XV. Valera elaborou diversas obras poético-literárias, cronísticas, genealógicas, filosófico-panegíricas, doutrinárias, porém o TDMV foi o texto mais diretamente voltado para enaltecer as virtudes das mulheres. Dedicado à rainha de Castela e Leão, Dona Maria, é conhecido através de 5 manuscritos incluídos em coletâneas de textos de procedências distintas, entre códices facsimilares ou miscelâneas. Três deles encontram-se na Biblioteca Nacional de España, podem ser acessados na Biblioteca Digital Hispánica (MSS/134I, ff. Ir-14v; MSS/12672, ff. 94r-117r, MSS/9985, ff. 52r-64r), e são respectivamente conhecidos como M1, M2 e M3; o outro está na Real Biblioteca del Monasterio de San Lorenzo de El Escorial, conhecido como E, localizado no códice N-I-13 (ff. 79r-83v) e, fora da Espanha, o N 82705, (ff. , lr- 17r) está custodiado pela Hispanic Society of America em Nova Iorque. Embora as datas dos códices variem entre os séculos XV e XVI, sendo motivo de debates, costuma-se situar o Tratado por volta de 1444.

Ver
Regras da Irmandade e Hospital de Nova Senhora do Pilar de Sevilha
Silvia María Pérez González

Essa regra foi editada por Francisco Collantes de Terán com o título Historia de la Hermandad y Hospital de peregrinos de Nuestra Señora del Pilar y de la capilla de este título que existe en la Santa Iglesia metropolitana y patriarcal de Sevilla. Nós tratamos de uma segunda edição publicada em Sevilha pela imprensa de Enrique Bergali dentro da Coleção Tradiciones religiosas de Sevilla. O original se perdeu, mas existe um livro que pertence à Biblioteca Capitular e Colombina, no qual o canônico Juan de Loyasa recompilou todas as notícias sobre a irmandade na segunda metade do século XVII.

Ver
Novela moral de Graçián
Francisco José Díaz Marcilla

O autor deste texto, apesar de aparecer como Graçián, é-nos desconhecido e, até o momento, não pôde ser identificado corretamente. É suposto que estivesse próximo ao âmbito universitário de Salamanca, uma vez que o único exemplar existente de sua obra encontra-se na Biblioteca Universitária daquela cidade, o ms. 1866.

Ver
Tratado dos Sacramentos da Ley Antiga e Nova
Américo Venâncio Lopes Machado Filho

O Tratado dos Sacramentos da Ley Antiga e, de 1399, é um manuscrito originalmente pertencente à Livraria de Santa Maria de Alcobaça, maior biblioteca da história medieval de Portugal.

Ver
Sermões de São Martinho de Leão / Sermones de Santo Martino de León
Pablo Martín Prieto

São Martinho de Leão (ca.1130-1203), professor na igreja colegiata de São Isidoro de Leão sob a regra dos canônes de Santo Agostinho, começa sua obra por volta de 1185 e pode ser considerado como uma figura que faz ponte entre a tradição cultural hispânica alto medieval, de influência isidoriana, e o novo clima teológico-intelectual chegado de além Pireneus, das mãos de autores como Graciano e Pedro Lombardo.

Ver
As Horas em português
João José Alves Dias

Horas de nossa Senhora segundo costume Romaano . com as horas do spirito sancto . e da cruz e dos finados . e sete psalmos . e oraçam de sam lyom papa . e oraçam da empardeada . e com outras muytas e deuotas oraçoões, constituí o título de um livro cujo único exemplar se conserva na Biblioteca do Congresso, em Washington (USA).

Ver
Poema de Santa Oria
Isabel Ilzarbe

Santa Áurea corresponde a um modelo completamente diferente daquele dos santos cujos relatos hagiográficos foram gerados no âmbito monástico beneditino, apesar do claro componente ascético da vida da protagonista na narração da primeira fonte preservada que se refere à ela: o Poema de Santa Oria de Gonzalo de Berceo

Ver
Breve e muy provechoso tractado contra el murmurar e decir mal de outro
Susana Guijarro

Breve e muito proveitoso tratado contra o murmurar e falar mal do outro em sua ausência
Hernando de Talavera (1428-1507)
Talavera sofreu na própria pele as consequências das difamações que nas últimas décadas do século XV fizeram recrescer o antijudaísmo

Ver
Exhortación o información de buena y sana doctrina
David Nogales Rincón

A Exortação ou informação de boa e sã doutrina é um espelho de príncipes dedicado por Pedro de Chinchilla ao rei menino Afonso XII de Castela (1465-1468), que havia sido elevado ao trono por uma parte da nobreza do reino após a deposição em Ávila, em 5 de junho de 1465, de seu irmão, Enrique IV de Castela (1454-1474)

Ver
Breve e provechosa doctrina de lo que debe saber todo cristiano
Susana Guijarro

Hernando de Talavera (c.1428-1507) é uma das figuras centrais da história política, eclesiástica e cultural das três últimas décadas do século XV na Coroa de Castela.

Ver