O ensino da fé cristã na Península Ibérica
(séculos XIV, XV e XVI)
Circle Image

Leandro Alves Teodoro

UNICAMP

É professor colaborador do departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), professor do Programa de Pós-Graduação em História nessa mesma instituição e beneficiário do auxílio Jovem Pesquisador da FAPESP ?O ensino da fé cristã na Península Ibérica (sécs. XIV, XV e XVI) (Processo FAPESP 2017/11111-9). Também é professor do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual Paulista. Coordena a base de dados ?Obras pastorais e doutrinárias do mundo ibérico? (https://umahistoriadapeninsula.com/banco-de-dados/). Tem experiência na área de História, com ênfase em Baixa Idade Média e Idade Moderna. Seu trabalho versa sobre o papel da confissão penitencial e da catequese na formação elementar do cristão nas terras ibéricas dos séculos XIV, XV e XVI. (Fonte: Currículo Lattes)

Verbetes

Sinodal de Aguilafuente

No começo do mês de junho de 1472 quando gozava de prestígio junto à corte do rei D. Henrique IV e assumia um importante papel na Coroa como reformador dos costumes eclesiásticos D. Juan Arias Dávila celebrou seu primeiro sínodo na diocese de Segóvia.

Ver
Livro sinodal de Pedro de Cuéllar

No ano de 1325 o bispo de Segóvia D. Pedro de Cuéllar celebrou um sínodo em que foram promulgados três escritos que se complementavam: um livro sinodal um conjunto de constituições sinodais e certas declarações.

Ver