Obras pastorais e Doutrinárias

O Horto do Esposo é um texto de r desconhecido, redigido na passagem do século XIV para o século XV, e integrável na tradição da prosa doutrinária portuguesa medieval.

VER

O Liber Synodalis é um texto de gênero literário-pastoral, escrito ou encomendado por Gonzalo de Alba, bispo de Salamanca, em 1410, e publicado no sínodo que ocorreu na catedral de Salamanca em 6 de abril de 1410

VER

Entre os tratados de confissão em língua vernácula da Espanha baixo medieval o Livro das Confissões de Martín Pérez se destaca como o único que, por seu rigor e amplitude se aproxima das summae confessorum latinas coetâneas, mesmo que com um caráter menos acadêmico e mais ameno do que essas

VER

Esta obra foi difundida com diferentes títulos: Libro de las tres creencias (o las tres gracias);Libro declarante; Declaración del Credo, Camino de la verdad, etc

VER

Personagem excepcional por muitas razões, Dom Juan Manuel (1282-1348) foi possivelmente o nobre mais poderoso de seu tempo

VER

Obra da literatura sapiencial castelhana de inícios do século XIV (c.1306-c.1336) o Libro del consejo e de los consejeros de Maestre Pedro é o primeiro tratado ibérico a se dedicar especificamente ao tema do conselho e dos conselheiros reais objeto que recebeu crescente atenção nos séculos seguintes.

VER

Tratado político-moral escrito pelo infante D. Pedro e pelo seu confessor Frei João Verba, resultado de ampliação da tradução do De Beneficiis, de Séneca.

VER

O Livro das Meditações é a tradução medieval portuguesa de uma coletânea composta por textos de origem diversa.

VER

O Livro de Alexandre, de princípios do século XIII, é uma obra misteriosa e inaugural.

VER

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Concordo